Equipa GSat vence concurso nacional CanSat 2018

June 19th, 2018
Written by Rita Lobo
Marketing Manager


Equipa GSat leva Portugal a Competição Europeia, com o apoio da BEEVERYCREATIVE 

Este ano, a equipa GSat, do Colégio Guadalupe, venceu a edição 2018 do CanSat Nacional e será a representante portuguesa na competição Europeia!

O CanSat é um projeto inovador que instiga o desenvolvimento de competências muito úteis para a vida dos alunos que nela participam.

IMG_2942  IMG_2958
Consiste na criação de um pequeno satélite, do tamanho de uma lata (de onde vem a inspiração para o nome), que consiga cumprir a missão primária e pelo menos uma missão secundária. A missão primária, igual para todas as equipas, consiste na medição e transmissão de dados de temperatura e pressão pelo menos uma vez por segundo durante a queda do satélite (que é feita por volta dos 1000 metros de altura). Estes dados têm de ser recebidos em tempo real pela estação terrestre que cada equipa constrói.

A missão secundária é selecionada por cada equipa e, no caso da GSat, consistia na medição de parâmetros essenciais ao aparecimento de vida num planeta, tais como campo magnético e humidade, e na utilização de uma antena de alinhamento automático.

IMG_2527_2

A antena, capaz de apontar para o Cansat automaticamente, foi uma apresentação inédita nesta competição. Normalmente as antenas são apontadas manualmente por um elemento da equipa.

IMG_2946

Foi também decidido que um sistema de aletas (pequenas asas no topo do cansat) seria integrado, de modo a estabilizar o voo e diminuir a sua rotação.
A competição, que teve lugar em Santa Maria, Açores, contou com 16 equipas espalhadas por Portugal. Foram apresentadas respostas a diversos problemas, como a desflorestação, monitorização de aeronaves, resposta de seres vivos em situações de lançamento de rockets, deteção de microplásticos na atmosfera, entre outros.

Outra equipa participante foi a equipa da Escola Secundária D. Manuel Martins de Setúbal, que participou pela primeira vez na competição nacional. Sendo uma equipa ainda a dar os primeiros passos, sentiu necessidade de pedir orientação antes de iniciar os seus trabalhos. “Como em outras ocasiões, fomos recebidos com muita disponibilidade e foi possível delinear a nossa proposta de missão secundária, assim como decidir quais os componentes a utilizar. Esta ajuda foi fundamental para a seleção da nossa equipa para a final nacional do CanSat”, explica Ana Carneirinho, responsável pela equipa.

Uma falha técnica comprometeu a obtenção dos resultados desejados, contudo, “todo o trabalho decorrido durante o ano e a experiência na competição nacional foram uma mais-valia incontornável na formação académica e pessoal dos nossos alunos”, refere ainda a professora Ana Carneirinho.
A GSat contou com ajuda de várias entidades, nomeadamente o Instituto Politécnico de Setúbal, que deu um precioso contributo na calibração e testes das antenas da ground station, a Guimocircuito que imprimiu as placas de circuito que usámos no módulo espacial, a Quantico Solutions que nos ajudou com o código e a BEEVERYCREATIVE que forneceu o filamento utilizado no equipamento devolvido pela equipa GSat e que permitiu que todas as peças funcionassem em conjunto.

A equipa trabalhou desde outubro para esta missão e não poderiam estar mais satisfeitos com o resultado obtido.

A equipa do Colégio Guadalupe representará Portugal na final europeia, que decorrerá este ano em Portugal, na ilha de Santa Maria, Açores, de 27 de junho a 1 de julho.

Parabéns à Equipa GSat! 😉

Follow us on social media!